NOTÍCIA

Projeto Guaíba 2: quando a temperatura subir, trabalhadores terão direito a descanso

Tendas climatizadas para aliviar o calor

Quando os termômetros alcançarem 34ºC, trabalhadores da construção civil terão direito de fazer uma parada de 15 minutos para repouso a cada hora trabalhada. A partir dos 36ºC, a pausa será de 30 minutos. A medida é uma novidade no Rio Grande do Sul e deverá beneficiar todos os profissionais da construção civil.

A novidade faz parte de um termo de compromisso assinado no final de janeiro, mas já é uma realidade nas obras do Projeto Guaíba 2, da CMPC, desde dezembro do ano passado. O acordo foi firmado entre o Sindicado dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil (Sticc/Porto Alegre) e o Sindicado da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-RS) e prevê a redução do chamado estresse térmico.

 

Plano de Verão

 

Na CMPC Celulose Riograndense, a iniciativa faz parte do Plano de Verão, proposto e colocado em prática pela equipe da Meta Central de Serviços. O objetivo é melhorar a qualidade de vida e as condições de trabalho dos funcionários das mais de 150 empresas que atuam no local. Para isso, a Meta já colocou em funcionamento oito tendas cobertas e climatizadas. “Cada uma possui 100 metros quadrados e conta com bebedouro, climatizador, 100 cadeiras e sanitários químicos masculino e feminino”, informa Thiago Araújo, coordenador da Meta. Segundo ele, estão previstas ainda a instalação de mais duas tendas. A pausa faz toda a diferença na produtividade, pois contribui para a redução de acidentes e ocorrências clínicas.

Imprimir
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS
Programa Destaque de Segurança CSA vai premiar áreas mais seguras da empresa

Em 12 de setembro de 2013 às 11h20

Nova unidade de produção de petróleo da OSX chega ao Brasil

Em 11 de setembro de 2013 às 12h22

Take 1